Este site foi criado em 2008 pela Colibri&Associados e KBRTec com o objetivo de recuperar, digitalizar e compartilhar o acervo do Prêmio Vladimir Herzog desde a sua origem, em 1978. A iniciativa contou com o apoio financeiro e logístico do Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio) e do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo no âmbito das comemorações dos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

A Petrobrás e o Prêmio Vladimir Herzog

A ditadura militar, que vigorou no Brasil entre 1964 e 1985, é um período que não pode ser apagado da nossa história. Nesse sentido, o Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos cumpre um papel importante em nossa sociedade ao reverenciar em seu nome a memória do jornalista que foi preso, torturado e morto nas dependências do DOI-Codi, além de reconhecer profissionais que colaboram atualmente com a promoção da democracia, cidadania e dos direitos humanos e sociais.

Ao patrocinar projetos como este, a Petrobras reafirma seu compromisso com o Estado Democrático de Direito. Especificamente em relação aos esclarecimentos dos fatos da ditadura, a companhia deu sua contribuição ao entregar ao Arquivo Nacional, em 2013, o acervo de investigações políticas de sua antiga Divisão de Informações (DIVIN). O material consiste de 426 rolos de microfilmes, que guardam 131.277 fichas de controle resultantes de “investigação político-social” sobre seus empregados.

Com a disponibilidade do acervo no Arquivo Nacional, os cidadãos brasileiros ganham mais uma ferramenta para conhecer esse capítulo do nosso passado recente. A Petrobras, por sua vez, garante a transparência, conforme a Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011), e efetiva o direito à memória e à verdade, objetivo da Lei 12.528/2011, que criou a Comissão Nacional da Verdade.

Política de Responsabilidade Social

A política de Responsabilidade Social da Petrobras define como um dos compromissos da companhia o respeito e apoio aos direitos humanos reconhecidos internacionalmente, pautando suas ações a partir da promoção dos princípios do trabalho decente e da não discriminação. Alinhada às estratégias da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, a Petrobras atua no enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes, na erradicação do trabalho infantil e em condições análogas às de escravo e na promoção de equidade de gênero e raça.

Categoria Artes Home - Categoria Livro Reportagem Versão para impressão

Ano do prêmio: 2010
Autor(es): Marcelo Freitas
Título: Não foi por acaso - A história dos trabalhadores que construíram a Usiminas e morreram no Massacre de Ipatinga    Menção Honrosa
Veículo: Comunicação de Fato Editora
Temas: conflito de terra
Veja mais




Ano do prêmio: 2010
Autor(es): Ricardo Carvalho
Título: O Cardeal e o Repórter - histórias que fazem História    Premiada
Veículo: Editora Global
Temas: ditadura militar, jornalista
Veja mais




Ano do prêmio: 2009
Autor(es): Eliane Brum
Título: O Olho da Rua    Menção Honrosa
Veículo: Editora Globo
Temas: floresta, floresta amazônica, garimpo, periferia
Veja mais




Ano do prêmio: 2009
Autor(es): Luiz Claudio Cunha
Título: O Sequestro dos Uruguaios    Menção Honrosa
Veículo: L&PM Editores
Temas: ditadura, ditadura militar, sequestros, tortura
Veja mais




Ano do prêmio: 2009
Autor(es): Lucas Figueiredo
Título: Olho por Olho    Premiada
Veículo: Editora Record
Temas: superior tribunal militar, ditadura, ditadura militar
Veja mais




Ano do prêmio: 2008
Autor(es): Carlos Dorneles
Título: Bar Bodega - Um crime de imprensa    Premiada
Veículo: Editora Globo
Temas: assassinato, morte, violência
Veja mais




Ano do prêmio: 2008
Autor(es): Josmar Jozino
Título: Casadas com o Crime    Menção Honrosa
Veículo: Editora Letras do Brasil
Temas: mulheres, presídio
Veja mais




Ano do prêmio: 2008
Autor(es): Carla Lacerda
Título: Sobreviventes do Césio - 20 anos depois    Menção Honrosa
Veículo: Editora Contato Comunicação
Temas: vítimas de câncer pela radiação, vítimas do césio
Veja mais




Ano do prêmio: 2007
Autor(es): Klester Cavalcanti
Título: O nome da morte    Menção Honrosa
Veículo: Editora Planeta
Temas: crimes, matador profissional
Veja mais




Ano do prêmio: 2007
Autor(es): José Caldas da Costa
Título: Caparaó - A primeira guerrilha contra a ditadura    Premiada
Veículo: Boitempo Editorial
Temas: caparaó, ditadura, guerrilha, repressão, repressão militar
Veja mais




Ano do prêmio: 2006
Autor(es): Bruno Paes Manso
Título: O Homem X - Uma reportagem sobre a alma do assassino em São Paulo    Premiada
Veículo: Editora Record
Temas: assassinos, crimes, violência, vítimas
Veja mais




Ano do prêmio: 2006
Autor(es): Hugo Studart
Título: A lei da selva    Menção Honrosa
Veículo: Geração Editorial
Temas: ditadura militar, execuções, guerrilha no araguaia, violência
Veja mais




Ano do prêmio: 2006
Autor(es): Grace Ignatowicz
Título: Surto    Menção Honrosa
Veículo: Editora Universidade de Ponta Grossa
Temas: doentes mentais, manicômio
Veja mais




Ano do prêmio: 2005
Autor(es): Josmar Jozino
Título: Cobras e lagartos    Menção Honrosa
Veículo: Editora Objetiva
Temas: crimes, pcc
Veja mais




Ano do prêmio: 2005
Autor(es): Luciana Dias, Jô Azevedo, Nair Benedicto
Título: Santo Dias - Quando o passado se transforma em História    Premiada
Veículo: Cortez Editora
Temas: assassinato, ditadura militar, movimento sindicalista, violência
Veja mais




1  2 


O Prêmio | Trabalhos Premiados | Regulamento | Inscrições | Contato

Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos
2017 - Todos os Direitos Reservados